sábado, 14 de novembro de 2009

SEM MEDO DE VIVER !

“ Jornais noticiam desastres ambientais e econômicos. Anuncios sobre guerras no Oriente Medio, o aumento do aquecimento global, demissão nas empresas e a violência urbana afetam nossa tranqüilidade e impedem uma vida em plenitude. O resultado disto é uma geração aterrorizada pelo medo “ Pr. Humberto Freire

Temos medo de tudo.
Dependemos de calmantes mais do que qualquer outra geração da historia.
Alem do mais, a criança comum de hoje tem o mesmo nível de ansiedade de um paciente psiquiátrico comum dos anos 50.
Enorme e rude, o medo não está disposto a dividir o coração com a felicidade. Uma pessoa pode ser feliz e ter medo ao mesmo tempo? Não.
O medo é o grande valentão no corredor da escola.
O medo não cura doenças, não salva casamentos, não resgata famílias da miséria.
Fé e coragem sim.
O medo nos aprisiona e tranca as portas.
Não seria maravilhoso escapar?
Imagine uma vida inteira intocada pela angustia.
E se a fé, não o medo, fosse a sua reação-padrão a ameaças?
Essa é a possibilidade por traz da pergunta de Jesus.
Ele perguntou : “ Por que vocês estão com tanto medo? “ ( Mateus 8:26 ).
Nossa primeira reação é perguntar se Jesus está brincando.
Provocando.
Mas Jesus não sorri, Ele está falando serio.
Os homens a quem ele pergunta também o estão.
“ Entrando Ele no barco, seus discípulos o seguiram.
De repente, uma violenta tempestade abateu-se sobre o mar de forma que as ondas inundaram o barco “ ( Mateus 8:23-24 ).
O medo repentino também.
Sabemos que o medo foi repentino porque a tempestade também o foi.
“ De repente, uma violenta tempestade abateu-se sobre o mar “.
Tudo poderia ser diferente, eles podiam ter aproveitado um dia lindo, uma pesca maravilhosa e um divertido cruzeiro. Mas não .
Essa historia dá um lembrete a um só tempo, não muito sutil : Embarcar com Jesus pode significar molhar-se com Cristo.
Os discípulos podem esperar mares violentos e ventos bravos.
“ Neste mundo vocês terão aflições “.
Não é ausência da tempestade que nos distingue e sim quem descobrimos na tempestade : Um Cristo impertubado.
“ Jesus porem, dormia “ ( Mateus 8:24 ).
No meio da violenta tempestade que enfrentavam os discípulos, Jesus aproveitava para dormir um pesado sono.
Seu sono perturba os discípulos.
“ Senhor, salva-nos ? Vamos morrer “ ( Mateus 8:25 ) .
“ Mestre, não te importa que morramos? “ ( Marcos 4:38 ).
Eles não perguntaram sobre o poder de Jesus.
Não perguntaram se Ele conseguiria parar a tempestade, se Ele sabia ou tinha alguma experiência com tempestades.
Mas vez disso, levantaram duvidas sobre o caráter de Jesus :
“ Não te importas . . . ?”.
O medo faz isso.
O medo corrói nossa confiança na bondade de Deus.
Começamos a nos perguntar se o amor habita os céus.
Se Deus pode dormir em tempestades, se ele permite tempestades depois de entrar em seu barco, ele se importa ?.
É horrível sentir medo.
Ele suga a vida para fora da alma, nos pôe em posição fetal e limpa toda a nossa felicidade.
Não é a toa que Jesus trava tremenda guerra contra o medo.
Sui comando mais comum emerge do lema “ não tema “.
Os evangelhos mencionam, 21 vezes, Cristo nos dizendo “Não temam” ou “Tenham coragem”.
“ Pois Deus não deu espírito de covardia “ ( 2 Timoteo 1:7 )
Então ele se levantou, repreendeu os ventos e o mar, e fez-se completa bonança ( Mateus 8:26 ).
Ele lida com um grande temor com uma imensa calma deixando seus discípulos admirados : “ Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem “ ( Mateus 8:27 ). Quem é este, de fato.
Transformando o momento do tufão em hora de soneca.
Silenciando as ondas com uma palavra.
O medo vai sempre bater em sua porta.
Simplesmente não o convide para jantar.
O medo pode preencher nosso mundo, mas não pode preencher o nosso coração.

O MEDO NÃO CURA DOENÇAS, NÃO SALVA CASAMENTOS, NÃO RESGATA FAMÍLIAS DA MISÉRIA.
FÉ E CORAGEM SIM.

No amor de Jesus,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget