sexta-feira, 13 de novembro de 2009

O LUCRO DE AMAR A DEUS !

“ O SENHOR guarda a todos os que o amam; mas todos os ímpios serão destruídos “
(Salmo 145.20)

Aqueles que se dedicam a amar a Deus – ter os Seus mandamentos e observá-los (João 14.21) – têm uma recompensa: são guardados, protegidos.
O homem foi criado menor do que os anjos, e como os demônios são anjos decaídos, esses ainda conservam uma capacidade superior à nossa (Salmo 8.5). No entanto, quando o Senhor nos guarda, os espíritos malignos não conseguem atingir-nos. Por outro lado, os que não têm respeito pelos assuntos divinos não podem ser amparados por Deus.
As pessoas as quais provam que amam o Altíssimo com dedicação, respeitando Suas leis, vêem que Ele as recompensa.
Dessa forma, quando o adversário investir contra a vida delas, basta que clamem ao Senhor, e Ele irá mostrar-lhes a direção para a vitória.
Muitas coisas acontecem no mundo espiritual sem que delas tomemos conhecimento.
Outras vezes, o Senhor nos torna cientes do Seu livramento.
Um bom exemplo disso foi o que aconteceu quando Satanás pediu que Jesus o deixasse cirandar Pedro como trigo (Lucas 22.31-34).
Naquela reunião, onde estavam os filhos de Deus reunidos com o Senhor, o diabo quis atingir a vida do apóstolo, mas Cristo disse que havia rogado por aquele servo Seu.
Tal fato ainda ocorre em menor ou maior grau.
Em outra ocasião, Judas disse que o inimigo foi discutir com o arcanjo Miguel a respeito do corpo de Moisés (Judas 9).
E a nosso respeito, será que não se fala nada?
Se amarmos o Senhor, Ele irá guardar-nos – impedirá que a maldade nos atinja e destrua.
A respeito da origem dos demônios, sabe-se que eles são os anjos que se corromperam na revolta de Lúcifer (Ezequiel 28.13-19).
O detalhe é que a Palavra não fala que eles, ao pecarem, perderam a força e a capacidade de nos atingir.
Ao contrário, o maligno continua sendo mais poderoso que o homem, assim como os anjos o são. Contudo, não precisamos temê-lo, pois ele não é onipotente, e sua área de ação é controlada pelo Senhor.
Ele só poderá fazer o que lhe for permitido.
Se amarmos o Todo-Poderoso, Ele não dará absolutamente permissão ao adversário.
Quanto àqueles que não aceitaram o Senhor como o único Salvador, seu prejuízo já está anunciado.
Os que não têm respeito pelas leis de Deus podem até freqüentar nossas reuniões e, às vezes, parecerem-se mais espirituais do que nós, mas, no mundo espiritual, tudo está exposto tal qual é.
Quanto aos que amam o Senhor, Ele não os deixará desprotegidos.
Não vale a pena deixar os mandamentos divinos de lado.
O Altíssimo está arregimentando Seu povo para a necessidade mais premente: dar a Boa Notícia a todos.
Muitos acham isso desnecessário, e quem assim o faz despreza o conselho do Senhor.

Em Cristo, com amor,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget