sexta-feira, 25 de setembro de 2009

PARE COM O CHORO


E os levitas fizeram calar todo o povo, dizendo: Calai-vos, porque este dia é santo; por isso, não vos entristeçais
(Neemias 8.11)
Esta mensagem precisa ser pregada com mais frequência em nossas igrejas.
Os levitas leram a Palavra e explicaram o que o povo podia entender, porém, a choradeira começou.
Então, eles se esforçaram, foram enérgicos e calaram o povo, pois, afinal, aquele dia era santo, e não de tristeza.
Hoje, o povo tem-se tornado cada vez mais religioso e, como no passado, tem aberto a boca e chorado, achando que isso agrada a Deus.
Porém, a Bíblia declara que a alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8.10). Sendo assim, não podemos sequer tolerar a tristeza que os pregadores de más notícias nos trazem, pois, para esses, a vida não tem valor; as praias, por exemplo, foram criadas pelo demônio, e a prosperidade é algo que provém do maligno – apesar de, no passado, terem reconhecido todas essas coisas maravilhosas como obras divinas.
Está tudo errado !
A Boa Notícia – a vinda de Jesus – traz alegria ao nosso coração, tira-nos da condenação e nos leva a um regozijo excepcional.
Além disso, a mensagem do Evangelho abre nossos olhos espirituais e nos dá prosperidade, cura e solução para todos os problemas.
Por isso, embora a religião e a tradição tenham impedido o Pai de operar no meio dos Seus, nós, cristãos, precisamos aprender a andar de acordo com Sua Palavra, e não segundo a tradição religiosa.
O pregador que vive brigando com a congregação não está fazendo a obra de Deus, mas a sua própria.
Esse ministro do Evangelho precisa compreender que a igreja não é dele, mas, sim, do Senhor.
Todos deveriam ser ensinados pelo Altíssimo, pois nós, os pregadores, somos meros porta-vozes do recado divino.
Porém, milhares de pessoas têm sido enganadas !
Muitos hinos falam de tristeza, e diversos sermões são negativos e ensinam erroneamente que a resposta é o choro, que a vida é dura e só por misericórdia conseguimos aguentar as mais difíceis situações.
O ministério de Jesus, no entanto, era diferente.
O Mestre alegrava o coração dos pecadores, curava-os, perdoava-lhes os pecados e até aceitava convites para comer na casa das pessoas (Lucas 7.34).
Lá, Ele mostrava que a vida com Deus era algo sem igual.
No versículo que estamos estudando, vemos que, tão logo a Palavra foi lida e explicada, o pranto começou.
Os levitas ficaram bravos e fizeram com que parassem com aquela choradeira. Eles disseram que o dia era santo e todos deviam festejar.
E hoje, por que chorar, se Jesus venceu?
Se tomarmos a alegria do Senhor, seremos fortes, pois ela é a nossa força.
Então, não aceite nenhuma mensagem negativa, pois elas falam de sofrimento, não de vitória.
Aquilo em que cremos é o que nos acontece.
Se você acreditar que ficar com os olhos inchados de tanto chorar é o que agrada a Deus, o diabo fará a festa.
Limpe seus olhos, sorria e alegre-se, pois você foi aceito no plano de Deus, e das mãos dEle ninguém pode tirá-lo mais (João 10.27-30).
Em Cristo, você é mais, eternamente mais que vencedor (Romanos 8.31-39).
Em Cristo, com amor,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget