quinta-feira, 24 de setembro de 2009

VOCE FAZ PARTE DA FAMILIA DA VITORIA


Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus
(Efésios 2.19)

Não pense pequeno.
Antes, no mundo, você até podia não ter muito valor, mas, agora, sendo aceito na família divina, passou a ser concidadão de Abraão, Davi, Elias, Pedro, Paulo e dos demais gigantes da fé.
Você se tornou membro da família de Deus, portanto, tudo aquilo que o Pai tem lhe pertence.
Você não foi aceito por acaso, mas, sim, recebido com honras e direitos para fazer o que agrada ao Pai.
Então, assuma a sua posição e faça valer os seus direitos.
Em Cristo, usando o Nome de Jesus, você é a pessoa que Deus quer usar.
O Senhor não o chamou para sofrer ao lado dEle, mas para desfrutar da vida abundante que Jesus veio trazer (João 10.10).
Ele quer fazer de você uma bênção, para que outros também possam ser abençoados.
Em Abraão foram benditas todas as famílias da Terra (Gênesis 12.3), e, em você, o Todo-Poderoso quer abençoar outros também.
Diante disso, não pense em coisas pequenas, mas naquilo que, em Sua Palavra, Ele tem-lhe falado.
Se as pessoas ao seu redor nunca lhe deram um valor expressivo, agora, você tem condições de pensar grande, pois foi chamado para ser herdeiro de Deus e co-herdeiro com Jesus Cristo (Romanos 8.17).
É preciso acreditar naquilo que o Senhor fala ao seu coração, pela leitura bíblica ou pregação do Evangelho.
Lembre-se de que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra (Romanos 10.17).
A sua sorte está garantida, pois foi aceito na família divina.
Como os heróis da fé no passado venceram, o Todo-Poderoso espera que, hoje, Seus heróis também vençam.
Eles serviram ao Senhor em seus dias, e, hoje, somos quem Deus irá usar.
Ele precisa ter gigantes na fé em nossa época, como nos dias bíblicos, para cumprir Sua vontade.
Se já aceitou Jesus como Salvador e Senhor, reflita no fato de que é membro da família divina.
Isso faz toda a diferença, pois, como tal, você tem o direito de usar o Nome dEle, o qual é o responsável pelas operações de Deus no mundo (Atos 4.12).
Jesus afirmava que tudo o que o Pai possuía pertencia a Ele.
O mesmo ocorre conosco.
O Mestre disse que foi feita uma festa no Céu pela sua conversão (Lucas 15.10). Agora, faça todo o esforço para que Ele Se alegre com as suas ações.
A partir deste momento, seja a bênção que o Altíssimo planejou para que os da Sua família fossem, pois, para isso, Ele o fez rei e sacerdote (1 Pedro 2.9).
Sendo concidadão dos santos, entenda que o Pai não o fez inferior a nenhum deles.
Todos são iguais perante Deus.

No amor de Deus,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget