segunda-feira, 22 de novembro de 2010

REMENDO ou TRANSFORMAÇÃO ?

"Ninguém deita remendo de pano novo em roupa velha; doutra sorte o mesmo remendo novo rompe o velho, e a rotura fica maior. E ninguém deita vinho novo em odres velhos; doutra sorte, o vinho novo rompe os odres e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; o vinho novo deve ser deitado em odres novos."
Marcos 2:21-22

O texto que lemos, Jesus queria dizer aos judeus que o cristianismo não era um judaísmo remendado. O que Cristo propunha era o abandono do velho, ou seja, da lei, para que aqueles homens vivessem o novo, isto é, a graça.
Muitos outros textos nos ensinam a mesma coisa.
O livro de Gálatas, por exemplo, é uma admoestação de Paulo sobre a necessidade de andarmos na graça e não mediante a lei.
A Bíblia diz que “fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê” (Romanos 10:4).
Em Atos dos Apóstolos, Tiago diz aos crentes de Antioquia, Síria e Cilícia, que estes não estavam presos aos rudimentos da lei.

Esta palavra continua atual, pois muitos querem adaptar o evangelho de Jesus, (remendo novo), em suas velhas vidas (vestes velhas).
Por isso, consideremos 2 pontos que refutamos importantes sobre o comentário de Cristo:

1. REMENDO DE PANO NOVO NÃO PERMANECE EM VESTES VELHAS POR MUITO TEMPO :

Não podemos viver com vestes do pecado e das concupiscências do mundo e, aos “domingos” irmos à igreja para remendarmos nossas vestes com um pouco de santidade do remendo novo do evangelho de Jesus Cristo.
Muitos visitam a igreja uma vez por semana, cantam um hino de louvor ao Senhor, ouvem o sermão e pronto.
Já estão remendados, passam a semana toda sem orar, sem ler a Bíblia, sem fazer o bem ao próximo, sem honrar a palavra de Deus, dão mal testemunho de vida e esperam até a próxima semana para chegarem rasgados na igreja e receberem novamente o remendo novo em vestes velhas.
Muitos estão assim, participam, são membros de uma igreja, porém, não negaram sua velha veste.
Continua roubando, enganando os outros, mentindo, fofocando, proferindo palavras torpes, adulterando, invejando o próximo, etc.
“Que união há entre a luz e as trevas?” Disse o Apóstolo Paulo.
Tais pessoas, ao longo do tempo, não suportarão esse remendo e será nítida a ruptura, e o pior, aumentará cada vez mais.

A Bíblia nos conta a história do cego Bartimeu.
Ao perceber que Jesus passava pelo caminho, começou a clamar, a gritar: “Jesus filho de Davi, tenha misericórdia de mim!”
Jesus o ouve e pede para que o tragam até a sua presença.
Quando Bartimeu saiu ao encontro de Jesus, deixou sua veste, sua capa velha ao chão e foi com fé e alegria até a presença daquele que poderia lhe dar vestes novas.
Jesus não quer nos dar apenas um momento de felicidade, um remendo temporário.
Ele pode e quer nos oferecer uma vida inteira de bênçãos e, muito mais, a vida eterna nos céus.

"E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus." (Marcos 10:50) é isso mesmo que Jesus espera de nós.
Lancemos nossa velha vida, não aceitemos o remendo e sim o renovo, a transformação que Deus tem para nós.

2. VINHO NOVO DEVE SER DEITADO EM ODRES NOVOS, NÃO EM VELHOS :

Odres são vasilhas de couro.
Jesus disse que odres velhos rompem com vinho novo.
Se a vida do homem for um odre velho, será necessário mudanças para entrar o novo.
Tudo o que for do velho homem, suas manias, astúcias, costumes que não agradam a Deus devem ser transformados.

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (II Corintios 5:17)
Sigamos o conselho de Paulo: “Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; E vos renoveis no espírito da vossa mente; E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.”(Efésios 4:22-24)

Será possível não ser apenas remendado e sim, transformado?
Sim, porque a obra de transformação é do Espírito Santo.
Jesus disse a Nicodemos que seria necessário nascer de novo.
Nascer da água e do espírito.
Como fazer isso?
Atentamo-nos às palavras de Paulo:
"Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo. Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." (Efésios 4:25-32)

Que, através desta mensagem, o Espírito Santo possa ter liberdade em nossas vidas não para nos remendar, pois isso seria por um tempo apenas, mas sim, para nos transformar e nos fazer novas criaturas.

Pense nisso, Deus abençoe você !
Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget