segunda-feira, 1 de março de 2010

PASSOS PARA O PERDÃO

O que fazer se descubro ira e mágoa em meu coração ?
“ Passos para o perdão “ que seguem já ajudaram muitas pessoas a encontrar alegria, paz e liberdade da escravidão das mágoas.
Lembre-se que estes passos são somente parte de um processo.
Não representam uma “formula mágoca”, mas uma expressão de princípios bíblicos sobre o perdão.
Mas talvez não aconteçam nessa ordem.
Identificar as ofensas especificas que a outra pessoa cometeu contra mim:
Pensar em categorias gerais não nós ajuda a identificar o problema, e complica o processo de perdão. Também devemos pensar em categorias bíblicas e não em generalidades. Se for necessário, faça uma lista dos eventos que o ofenderam. Não tente registrar tudo, somente aquilo que vem a mente. Confie no Senhor para revelar o que você precisa lembrar ( Sl 44:21 ). Talvez muitas emoções do passado voltem, ira, tristeza, lamento. Não se preocupe. Guarde a sua lista por enquanto;
Arrependa-se do seu próprio pecado, confessando-o a Deus :
Assim como alguém pecou contra você, provavelmente você também pecou em resposta. Identificando essas respostas pecaminosas (por exemplo, mágoas, espírito critico, orgulho, justiça própria, auto-proteção, engano, mentira, etc) lhe permite assumir responsabilidade por sua parte do problema, e arrepender-se do seu passado. Talvez queira fazer outra lista, das vezes que você ofendeu outra pessoa. O arrependimento dessas ofensas lhe dará liberdade para experimentar o perdão que Deus tornou possível na cruz.
Conte o custo de não perdoar :
Lembra-se da parábola do servo não-perdoador ?. vale a pena segurar a divida da outra pessoa, quando Deus em Cristo cancelou completamente nossa divida ?
Veja a pessoa que você está perdoando pela perspectiva de Deus :
Alem de ver a pessoa como amada por Deus ( João 3:16 ), também ajuda se você procurar compreender as circunstancias da vida que moldaram a pessoa que você precisa perdoar. Procure descobrir mais sobre sua criação, formação, etc, não para desculpar a pessoa do seu pecado, mas para poder simpatizar-se com ela e entender um pouco melhor as influencias que a marcaram.
Ore pela pessoa que você está perdoando :
É difícil continuar irado com uma pessoa por quem oramos com freqüência.
Libere as ofensas que a pessoa cometeu contra você, e cancela a divida dele (a) :
Este é o passo mais importante de todos. Reserve um tempo para ficar a sós com a sua lista e a sua Biblia. Leia outra vez Mateus 18:21-35 e sonde seu próprio coração. Louve a Deus pelo perdão de todo o seu pecado, inclusive os pecados que você cometeu contra a outra pessoa. Leia a lista de ofensas que a outra pessoa cometeu, e ore estendendo perdão para cada item “ Deus perdoou você por isso, e eu o perdôo, também “. Continue tirando itens da lista assim que obter um senso de alivio.
“ Perdoar “ significa “soltar”, “libertar”, “cancelar uma divida “. Usar termos assim em sua oração pode ajudar.
Na cruz quando Jesus clamou “Esta consumado !” ( João 19:30 ) ele usou um termo que significa “ Esta totalmente pago !”. Escreva “ TOTALMENTE PAGO “ na sua lista.
Reconstrua relacionamentos :
Talvez não seja possível voltar ao tempo e reconstruir o relacionamento como era antes. Mas há passos concretos que podem ser tomados, tanto quanto depender de você ( Romanos 12:18 ), para reconstruir o relacionamento.
a) Meça seu próprio progresso :
Mudar a outra pessoa não é o seu alvo. Observe as pequenas vitorias em sua própria vida, na maneira como você a trata, como você fala com ela, mantém equilíbrio e autocontrole quando lida com ela.
b) Escreva uma carta :
Se for apropriado, você pode expressar o perdão que estendeu para a pessoa, com uma confissão dos seus próprios pecados.
c) Enterre sua lista em algum local :
Servirá como lembrança visual de que, assim como aquela lista esta enterrada, acabou, assim também as mágoas e feridas da alma.
d) Abra meios de comunicação :
Seja por carta, e-mail, telefone, ou cara a cara, ore antes de retomar contato com a pessoa. Seu alvo será falar a verdade em amor, pedir perdão, expressar amor, encorajar. Se o resultado não for tudo o que você esperava, procure terminar graciosamente, sem ira. Ore com a pessoa se for possível.
e) Estabeleça fronteira (limites) :
Perdão não significa necessariamente reconciliação. Se a outra pessoa não quiser reconhecer seu pecado e se arrepender, talvez a reconciliação não seja possível. Continue livre de mágoas, pronto para perdoar “setenta vezes sete” – Mateus 18:22. Mas talvez tenha de traçar limites no relacionamento.
f) Seja paciente :
“ E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos , se não desfaleceremos “ Gl 6:9

Passos, são caminhada, o que exige decisão, atitude, posicionamento, então depende de mim, começa comigo, então façamos a nossa parte.

No amor de Jesus,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget