quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

VIDA LONGA OU CURTA ?

“O temor do SENHOR aumenta os dias, mas os anos dos ímpios serão abreviados”
Provérbios 10.27

Por que não aproveitar os dias que Deus nos dá sobre a face da terra?
Eles são curtos – 70 ou 80 anos –, mas, para alguns, podem ser um pouco mais, pois diz a Palavra que eles podem ser aumentados ou encurtados.
O temor do Senhor faz com que os anos sejam ampliados, e a falta desse sentimento faz com que sejam diminuídos.
Está nas mãos do homem essa prerrogativa!
Então, os que forem sábios viverão mais e melhor; já os que se derem ao erro, menos e pior.
O mínimo que podemos fazer com relação a Deus é respeitá-lO, pois Ele é o nosso Criador, e Sua Palavra deve ser acatada como o que Ela é – Palavra de Deus –, e não como uma palavra qualquer igual à nossa.
Tendo Ele falado, quem tiver juízo logo Lhe obedecerá.
Deixar de cumprir o que o Senhor nos diz é como uma declaração de rebeldia, desprezo e submissão ao inimigo.
Todos aqueles que não deram a devida atenção ao que lhes foi dito no passado viram seu sofrimento aumentar, pois, com isso, o maligno se fortaleceu contra eles.
Muitas pessoas não têm coragem de confessar que o demônio da insubmissão já as ganhou.
Mas, exatamente por não se submeterem a Deus, elas provam isso.
O dia mais triste na vida de alguém é quando ele decide caminhar no erro. Então, cessa a voz de Deus, a qual o avisava do perigo que o impedia de se entregar ao diabo, e ele caminha a passos largos para a destruição.
Por que os filhos de Deus se deixam levar pelo espírito do erro?
Por que os santos se voltam para a prostituição?
Por que um cristão age desonestamente?
A mentira e qualquer outro erro, por mais prazer que deem, não devem ser praticados, pois a eternidade em sofrimento é um preço caro demais a se pagar.
Deus quer que Seus filhos vivam bem, sejam felizes e desfrutem o melhor dEle. Porém, os que não O temem jamais conseguirão isso.
Deixar de temer o Altíssimo é praticar a pior das impiedades, pois Ele não é mau e jamais nos pediria algo que nos causasse dor ou sacrifício.
O que o Pai nos orienta a fazer é, sobre todas as coisas, o melhor que nos poderia ter sido pedido e redundará em grande benefício para nós.
Os ímpios provarão o quanto dói trair a confiança dAquele que, além de nosso Pai, é nosso Amigo.
Eles se abrem para o perverso destruidor, o qual não deixará passar essa oportunidade.
Ao contrário, ele sempre aproveitará a porta que lhe é aberta para cumprir seus maus intentos.
O diabo é mau caráter, mau de coração e só sabe fazer o que não presta, e isso redunda em grandes sofrimentos para quem sai da proteção divina.
Meu irmão, tome a estrada certa e não deixe nada impedi-lo de ter comunhão com o Pai das luzes.
NEle não habita mal algum.
Seja você mesmo a prova viva de quão bom é o Senhor, nosso Deus!

Em Cristo, com amor,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget