sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

CUIDADO COM A COBIÇA

“O que se dá à cobiça perturba a sua casa, mas o que aborrece as dádivas viverá”
Provérbios 15.27

Somos criados à imagem e semelhança de Deus (Gênesis 1.26).
A nossa verdadeira pessoa é espírito; o corpo é apenas a nossa casa.
Se deixarmos a cobiça tomar o nosso ser, faremos com que o nosso físico pague a conta, e isso acontecerá de forma automática.
Um coração que se dá ao espírito de ambição abre a porta para que todo tipo de sofrimento exista em sua casa.
Não podemos permitir que nenhuma coisa ruim possua o nosso espírito, porque, por ele, mantemos contato com o Pai e, então, sendo fortalecidos pela Verdade, passamos a pensar e agir de modo vitorioso.
Em outra versão bíblica (Revista e Atualizada), a palavra dádivas, do versículo citado, é traduzida por suborno.
Esses “presentes” que, aparentemente, ajudam aquele que os aceita são instrumentos do inimigo para enfraquecer o servo do Senhor e fazê-lo sofrer. Quando alguém recebe o que não foi combinado, para o qual não está autorizado, ele se abre para o inimigo.
Essa é uma lei de Deus e jamais será revogada.
Os irmãos policiais, por exemplo, que liberam um infrator por causa de propina não compreendem que acabaram de cair na armadilha do diabo.
O mesmo se dá com o funcionário que se vende por algum valor.
Dizem que todo mundo tem seu preço, contudo, isso jamais deveria ser dito a respeito de um filho de Deus, já que ele foi alcançado pelo maior valor que alguém poderia pagar: a vida de Cristo, oferecida no altar do Calvário.
O Altíssimo nos tem para sermos exemplos de honestidade e honradez, por isso, devemos portar-nos de forma exemplar em todas as situações.
Quando um cristão se deixa levar pelo adultério, está cavando a própria sepultura.
Esse pecado o suja para sempre, pois o faz um só corpo com o espírito da prostituição, e essa vergonha nunca se apagará.
A melhor mensagem que podemos pregar para muitos é dizer não: não à cobiça, ao suborno e a todo o tipo de pecado.
Quem diz sim ao proibido está, em outras palavras, dizendo a Deus que O está abandonando.
Se isso ocorrer, esse será o dia mais triste da sua vida, pois quem se distancia do Senhor pode nunca mais voltar ao Seu convívio.
Enquanto estiver distante de Deus, o maligno pode fazer com ele as piores atrocidades, que o deixarão marcado para sempre.
Analise-se agora e veja se a cobiça tem feito parte de sua vida.
Se necessário, ore pedindo ao Senhor que examine você.
Verifique os motivos que o fizeram escolher sua profissão, seu cônjuge, ou mesmo a igreja que frequenta.
Decidir estar em certa congregação por ela ser linda, ter um eloquente pastor e possuir membros com um status igual ao seu é errado.
Em todas as escolhas, o Senhor deve ser consultado e obedecido!

Em Cristo, com amor,

Pr. Humberto Freire


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget