quarta-feira, 11 de novembro de 2009

QUE ESPIRITO HABITA O SEU CORAÇÃO ?

“ Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação “
(2 Timóteo 1.7)

O cristão que vive com medo – temendo que alguma coisa ruim lhe aconteça – e não tem coragem de assumir seu lugar em Cristo precisa tomar juízo e orar para que seja liberto desse espírito que não é de Deus, mas do inferno.
Os filhos do Senhor não devem aceitar nada do inimigo, tampouco algum espírito. Fazer o cristão ficar temeroso é uma das estratégias de Satanás.
Foi isso que aconteceu com Jó, o qual, embora parecesse não ter defeito algum, no fundo de sua alma, temia que o Senhor não fosse suficientemente forte para guardá-lo. Então, por isso, catástrofes atingiram a vida dele e a de sua família, causando-lhes um prejuízo muito grande.
Muitas vezes, um rapaz e uma moça, ainda solteiros e sem se conhecerem um ao outro, deixam o adversário preparado para entrar na vida deles e destruir o que, futuramente, poderia tornar-se um casamento feliz.
Ao ouvir falar de alguém que foi infiel ao cônjuge, eles declaram no coração ou em voz alta que, se isso ocorresse com eles quando se casassem, não perdoariam e se separariam.
Com essa declaração, velada ou aberta, sem perceber, eles dão abertura para que o diabo faça neles sua obra infeliz.
Se Deus não nos deu o espírito de medo, por que, então, recebê-lo?
Por que viver desesperado, achando que não é possível pagar as contas ou se livrar de alguma ameaça do maligno?
Se você serve ao Altíssimo e é fiel nos dízimos e nas ofertas, é cumpridor dos mandamentos e vive de acordo com a Palavra dEle, creia.
O Todo-Poderoso prometeu abrir as janelas dos Céus e derramar bênçãos sem medida (Malaquias 3.10).
Se Ele não cumprisse Sua promessa, você até poderia colocá-lO à prova, mas a Palavra declara que Deus não é homem para mentir (Números 23.19a).
O Senhor lhe concedeu unção de poder para vencer.
Quem tem essa manifestação divina não pode recusar os desafios que lhe são apresentados nem orar desesperado como se estivesse abandonado.
A unção da fortaleza que habita o seu coração lhe dá condições para ser vitorioso sobre toda provação que deseja envergonhá-lo e fazê-lo sofrer.
Essa unção é também de amor.
Com ela, você vence qualquer ódio, mentira, calúnia, enfim, todo ataque maligno. É, também, unção de moderação.
Isso significa que você não tem de se afligir e, por exemplo, vender a casa ou qualquer outro bem por causa do desespero.
A moderação lhe dá calma para refletir e orar em meio à tempestade (Filipenses 4.5 – ARA).
Nunca devemos aceitar o espírito de medo, pois o Senhor nos deu o espírito de fortaleza, de amor e moderação, por meio do qual estamos capacitados a enfrentar qualquer batalha.

Em Cristo, com amor,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget