quinta-feira, 3 de março de 2011

CASAMENTO NA 4. DIMENSÃO !

“Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires do Egito o meu povo, os filhos de Israel. Então disse Moisés a Deus: quem sou eu para que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel?”
Êxodo 3:10-11

Às vezes encontro-me fazendo essa mesma pergunta que Moisés fez a DEUS: “Senhor, quem somos nós para enviarmos a Tua Palavra às pessoas sofridas com a destruição dos seus casamentos?”
E vejo que DEUS, em sua infinita misericórdia, sempre levanta alguém para falar aos Seus filhos; orientá-los de como devem proceder diante das batalhas que surgem na caminhada.
Para conquistar a bênção era necessário antes atravessar um longo deserto a pé.
Essa travessia era para durar, segundo as previsões normais, apenas 11 dias. Outras pessoas já tinham feito a mesma trajetória anteriormente nesse intervalo curto de tempo.
O povo de Israel não era o primeiro a pisar naquele chão desértico.
Então DEUS preparou todas as provisões necessárias para o cenário: abriu o mar, fez água sair da rocha, enviou o maná do céu, além de estar diariamente como uma coluna de nuvem e de fogo.
Porque ELE nunca desampara um filho seu.
DEUS queria apenas que o Seu povo confiasse nELE, deixasse tudo em Suas mãos.
Mas a travessia durou 40 anos.
Muitas foram as desobediências.
Dentre várias, o povo voltou seus olhos para as circunstâncias adversas.
Vendo tudo negro ao redor, chegou a sentir saudade da época em que era escravo nas mãos dos faraós no Egito.
Que ingratidão!

Quantos de nós enfrentamos desertos parecidos com aquele que o povo de Israel teve de atravessar e temos as mesmas atitudes que ele?
Vejo DEUS claramente dizendo aos seus filhos: “não olhem para as circunstâncias. Apenas creiam em mim e esperem quão grandes coisas farei por vocês!”
Mas, por mais que DEUS peça, por mais que DEUS fale, mais as pessoas insistem em desobedecê-LO.
Vejo claramente isso durante o processo de restauração de muitos casamentos. DEUS tem me incomodado, pedido para os seus filhos esquecerem os problemas, confiarem exclusivamente nELE.

No mundo espiritual, as coisas funcionam exatamente assim: quanto mais a pessoa ora, jejua e se consagra a DEUS, mais, aos seus olhos humanos, as adversidades se levantam.
E quanto mais elas se levantam, mais DEUS está trabalhando ao seu favor.
O que ocorre é exatamente o seguinte: as pessoas querem enxergar o que se passa no âmbito espiritual com os olhos naturais.
Elas sentem a necessidade de sustentarem melhor a fé se verem o que de fato está acontecendo.
São “Tomés” dessa geração.
Quanto mais santidade ao Senhor, mais tribulação, luta e perseguições sobrevêm.
O melhor é que o resultado de tudo isso se transforma em vitória.
Porém, se nenhuma aflição sobrevém na vida do cristão é porque algo há de errado.

Vejamos algumas circunstâncias negativas quando se está no deserto pela restauração familiar :
1. O cônjuge parece mais agressivo ou mais distante.
2. As notícias sobre ele são as piores possíveis.
3. As humilhações se multiplicam na vida daqueles que estão nessa batalha.
4. A família e os amigos passam a criticar injustamente, pedindo, inclusive, para você desistir.
5. Você ouve dele ou dela que realmente não o(a) ama mais e que possivelmente vai procurar o caminho do divórcio.
6. Outros problemas de ordem de saúde, profissional, financeira, surgem.
7. Dá uma sensação de desânimo, de incerteza, de abatimento espiritual.

Observe se você tem ou não vivenciado algumas dessas circunstâncias.
JESUS disse: “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo: eu venci o mundo” (João 16:33).
A questão não são as circunstâncias em si, mas o fato de você sempre viver olhando para elas.
Não olhe para os lados: mire-se em JESUS CRISTO.
“Olhando firmemente para Jesus, autor e consumidor da nossa fé(...)” (Hebreus 12:2).
Quando a pessoa, de fato, volta-se para o que está acontecendo, logo tende a se desanimar, a ficar com vontade de desistir e começam as murmurações.

Preste bem atenção a alguns discursos de uma pessoa que só olha para as circunstâncias, em um aconselhamento :
1. “. . . , mas eu fiz isso no passado, fiz aquilo...”;
2. “ela disse que não me ama mais...”
3. “ele deu entrada ao pedido de divórcio, acho que vou desistir...”
4. “Pastor, ele tatuou o nome da outra no ombro. Estou desesperada...”
5. “eu ofereci carona para levá-la ao trabalho e ela não quis, me agradeceu e foi embora...”
6. “fico pensando a noite toda onde ele deve estar, se abraçado com ela; penso também nas festas de fim de ano, quando iremos passar separados...”
7. “entreguei minha causa ao Senhor, confio nele, mas não consigo dormir direito pensando no problema, no meu marido, se ele realmente vai voltar para mim...”

Essas são palavras de quem ainda está preso ou presa aos problemas, de quem demonstra claramente que ainda não entregou completamente a causa aos cuidados do SENHOR.
Quem olha para as circunstâncias geralmente tem depressão, angústia, medo, insegurança, incerteza; não consegue dormir bem porque tem pesadelos.
É como o povo no deserto que reclamava de fome, de sede, do chão quente, da temperatura, de tudo.

Agora, observe o discurso de quem, de fato, está descansado em DEUS :
1. “. . . , oro todos os dias e jejuo. Sei que DEUS está agindo em meu favor...”;
2. “Embora as coisas pareçam adversas, continuo crendo no meu DEUS Todo Poderoso...”
3. “Breve, estarei de posse da vitória porque DEUS é fiel...”
4. “Continuo a viver, a trabalhar, a produzir, a fazer meus cursos. Esqueci-me completamente do problema. Só me lembro do meu cônjuge quando oro por ele...”
5. “Depois que entreguei tudo ao meu DEUS, tudo na minha vida mudou. Não me abato mais espiritualmente nem com as notícias ruins que correm por aí. Hoje eu creio que DEUS está no controle de tudo”
6. “Hoje voltei a sorrir, o que eu não fazia há muito tempo. Até me perguntaram como consigo ser feliz em meio a tantas lutas...”
7. “Parei de murmurar. Minha vida hoje é só gratidão a DEUS. Já vejo os primeiros sinais de colheita das bênçãos que DEUS tem para minha vida...”

Uma pessoa com essa motivação alcança a vitória primeiro em relação às outras, porque se esforçou por obedecer e deixar DEUS trabalhar na vida dela. Ela se conscientizou de que tudo o que enxergava de ruim antes era proveniente do mal para desestabilizá-la emocional e espiritualmente.
Antes, ela se abatia e se entregava à tristeza.
Hoje mais não.
E como a luta contra as potestades e principados só é vencida através do jejum, da oração e do Poder de DEUS, a pessoa decidiu colocar-se na posição, adorar o Santo Nome de DEUS e agradecê-LO de todo o seu coração pelos cuidados. Todas as vezes que o diabo tentava atingi-la através do cônjuge (calúnias e humilhações) não conseguia guarida, pois as portas estavam trancadas para os insultos.

É dessa forma que todo que está passando pela prova, deve se comportar, se quiser ser aprovado.
Claro que haverá dias em que a pessoa vai estar desanimada, meio para baixo, sem vontade de muita coisa.
Mas não será algo frequente, rotineiro.
“Pois sete vezes cairá o justo e se levantará, mas os ímpios são derrubados pela calamidade” (Provérbios 24:16).
O desânimo pode até aparecer, “o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem logo ao amanhecer” (Salmos 30:5).

Nossa oração é que, a partir de hoje, DEUS renove as suas forças e coloque em seus lábios um cântico novo, um cântico de louvor e de gratidão de quem sabe enfrentar as maiores tempestades da vida sem reclamar; que Nosso Senhor e Salvador ponha em teu coração uma sabedoria e um entendimento que causem confusão na mente dos ímpios e façam os teus olhos apenas brilharem para ELE: “Cantai ao Senhor um cântico novo; porque ELE faz maravilhas; a sua destra e o seu braço lhe dão a vitória” (Salmos 98:1); “Faze-me ouvir júbilo e alegria para que gozem os ossos que tu quebraste” (Salmos 51:8); “Eu, porém, cantarei a tua força; pela manhã, louvarei com alegria a tua misericórdia, porquanto foste o meu alto refúgio e proteção no dia da minha angústia” (Salmos 59:16). Faça suas as palavras do salmista e confie mais em DEUS.

No Amor de Jesus
Pr. Humberto e Pra Raquel

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget