terça-feira, 29 de março de 2011

CAÇANDO DEUS, SERVINDO AO HOMEM

Encontros Divinos entre a Cozinha de Marta e a Adoração de Maria


38 - E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; 39 - E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. 40 - Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. 41 - E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; 42 - E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

Lucas 10:38-42


Este texto nos leva a pensar:

Devemos ter a atividade de Marta e negligenciarmos a devoção de Maria ou ficarmos como Maria em todo tempo e deixarmos a atividade de Marta.

As duas serviam ao Senhor.

Existe sempre a possibilidade de ficarmos de um lado só.

Quero compartilhar que devemos ter um ponto de equilíbrio.

Marta achava que era superior e esqueceu que quem estava sentado era mais importante que seu serviço.

Existe a possibilidade de nos ocuparmos demais com as coisas de Deus e nos esquecermos de Jesus.

O radicalismo deve ser evitado assim como nos mostra a parábola do bom samaritano com os exemplos negativos do sacerdote e do levita (Lc 10:30-37). Serviço desprovido de devoção e amor é lixo.

O ativismo mata a vida do Espírito, pois transforma o serviço a Deus em algo mecânico.

O serviço a Deus vai além da simples execução de muitas tarefas (Sl 131).

As inquietações, ansiedades e agitações prejudicam a nossa vida.

Há uma mesa saborosa e podemos deixar de saborear da sua comida pela ansiedade (Mt6:33).

A vida cristã pode ser comparada a uma viagem de trem na qual você olha pela janela e contempla os detalhes.

Precisamos aprender a acordar de manhã, olhar o céu, ter um momento de reflexão com Deus.

Em meio a vida agitada e competitiva que temos, precisamos buscar calma e conforto em Deus.

Temos que trabalhar com prioridades.

Escreva-as. Família antes dos amigos.

Pessoas antes de coisas.

Pessoas antes das tarefas.

Deus deve estar em primeiro lugar, a família em segundo e, em seguida, trabalho e ministério.

Cuidado com a falta de equilíbrio nas prioridades.

Muitas pessoas estão perdendo tempo com distrações.

Tudo que fazemos deve vir do interior.

O que fazemos vem do coração com Jesus no trono e o eu crucificado.

Em Rm12:2 o apóstolo Paulo afirma que devemos apresentar o nosso corpo (entrega) para que sejamos transformados e não nos amoldemos aos padrões do mundo.

Precisamos desenvolver características de Deus em nossas vidas.

Jesus não disse que Marta estava errada em trabalhar, mas precisava de equilíbrio.

Este é o desafio: Adorar em espírito e em verdade a Deus enquanto trabalhamos.

O serviço é importante, pois sem o trabalho não há obra.

Precisamos estar com as mãos no arado, colocando nossa motivação no lugar certo.

Devemos ter uma postura de trabalho, devoção e adoração, servir a Deus sem alienação e cumprindo as obrigações sociais e familiares.

O Espírito Santo nos ajudará a alcançar o equilíbrio.

No Amor de Jesus,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget