quinta-feira, 25 de novembro de 2010

COMO REAGIMOS QUANDO ESPREMIDOS ?

” Replicou-lhe Jesus: Todo o que beber desta água tornará a ter sede;
mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna “
João 4:13-14

Todos temos dentro de nós uma fonte.
Alguns uma fonte amarga, de onde só saem coisas ruins.
O que Cristo promete é trocar a nossa fonte por uma que jorra vida.
Como está a sua fonte?

Por que não temos a mesma alegria?
Por que perdemos o primeiro amor?
Será que é só uma fase, ou já não somos os mesmos?
Aonde foi que falhamos?
Em que momento das nossas vidas a fonte secou e nem percebemos?

FALAR DE FONTE É FALAR DE REAÇÕES, daquilo que sai de dentro.
Você pode avaliar a sua fonte não pelas suas ações, mas por suas reações.
As nossas reações mostram o que existe dentro de nós.
Uma pessoa pode orgulhar-se das suas retas ações, e dizer, com toda verdade: Eu não minto, não roubo, não blasfemo, não bebo e não cometo adultério”.
As suas ações são corretas e boas, não obstante ela pode ser completamente derrotada pelas suas reações erradas às circunstâncias da vida , às ações dos outros.
Reações interiores de inveja, ressentimento, ira, ódio, temores, auto-comiseração, podem ser invisíveis, mas grandemente ruinosas.
Eu sou realmente conhecido somente pelas minhas reações, e não por minhas ações.
As minhas ações podem ser estudadas, planejadas e praticadas para o seu benefício.
Mas são as minhas reações espontâneas, inconscientes e não programadas, que revelam o que eu realmente sou.
Uma pessoa começa a ganhar melhor e passa a olhar para os outro com olhares superiores.
Alguém tem alguma experiência com Deus e começa a se orgulhar.
A reação ao que ela recebeu revela o que ela é - como realmente é pequena.

AS MINHAS REAÇÕES REVELAM O MEU VERDADEIRO “EGO”.
NÃO POSSO REAGIR DE MANEIRA CONTRÁRIA ÀQUILO QUE EU REALMENTE SOU.

É sempre fácil dizer: “bem, você sabe, realmente não me é próprio agir daquela forma”.
“Não me julgue por aquele exemplo isolado; realmente eu sou melhor do que pareço”.
Você já se sentiu assim?
É claro que já, e eu também.
Contudo, o oposto é que é o verdadeiro, pois as nossas reações revelam o que realmente somos interiormente.
E PRINCIPALMENTE QUANDO ISSO SE REPETE FREQUENTEMENTE DIANTE DA MESMA SITUAÇÃO.
Por exemplo quando jogo bola.

Se sempre ajo explosivamente é porque sou explosivo e sou carnal.
Não adianta tentar se enganar!

Esprema um bonito limão, e verá que algo azedo sai dele.
A pressão faz aparecer azedume no limão, ou só fez aparecer o que já estava lá dentro?
Qual é a verdade? .

Você já esteve sob pressão - em casa, no trabalho, com responsabilidades?
Será que algo azedo se manifestou?
Sejamos honestos; nada que já não esteja dentro pode sair, e as circunstâncias apenas o revelam.

NÓS SOMOS “ESPREMIDOS” O TEMPO TODO, e o que tem saído de dentro de nós?
No trânsito quando somos fechados soltamos palavrões?
Quando alguém nos ofende somos amargos?
Quando uma doença nos acomete ficamos murmurando?
O que tem saído de dentro de nós?
Aperte um favo de mel e sairá doçura.
Cristo e Estevão quando espremidos bendizeram.
Paulo e Silas louvaram.
Só quando somos “espremidos” é que as pessoas vêem em nós Cristo; diante da bonança qualquer um se passa por cristão e não há diferença.
Só quando somos “espremidos é que as pessoas dizem: aquele realmente é crente.
A nossa verdadeira força se exterioriza quando nos vemos em apuros.
O verdadeiro problema está dentro, e foi por isso que Jesus disse em Marcos 7:20: “ O que sai do homem, isso é o que contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, a malícia, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura: ora, todos esses males vêm de dentro e contaminam o homem.

É SÓ QUANDO SOMOS ËSPREMIDOS” E REAGIMOS COM AMOR QUE AS PESSOAS VÊEM CRISTO EM NÓS.
QUANDO TUDO ESTÁ BEM, ATÉ O PIOR ASSASSINO PASSA POR SANTO.

É fácil ler a bíblia e orar, mas algumas pessoas se acham mais santas por lêem e orarem mais que outras, quando isso não é sinal de santidade.
Santidade se percebe em momentos de pressão, aí sim é que se separa o joio de trigo.
Ler a bíblia e orar são apenas ações.
O difícil vem depois que é controlar as nossas reações.
Isso é fruto do Espírito e isso é que é estar cheio dele.


E então?
Como está a sua fonte?
Se nada do que dissemos acima diz respeito a você, parabéns.
Não precisa continuar a leitura.
Mas se tem a ver com você, sua fonte está com problema e você precisa continuar .

TRÊS PASSOS PARA RESTAURARMOS A NOSSA FONTE

1- LENDO A BÍBLIA

Portanto, o meu verdadeiro problema não é exterior - a dificuldade, a pressão, a adversidade, nosso casamento, nosso filho, nosso trabalho, nosso patrão, falta de dinheiro, o desengano que eu enfrento.
Estes obstáculos apenas desencadeiam em mim uma reação que revela a minha verdadeira natureza e o meu caráter real.
Não posso por a culpa nos atos dos outros - o meu problema é a minha atitude interior e a minha reação.
Quando eu reconheço honestamente estas coisas que saem de mim, posso levá-las a Deus e obter ajuda.
Como disse Amy Carmichel: “Nenhum copo cheio de água doce derramará, jamais, água amarga, não importa quão subitamente ele seja sacudido”.

Todos temos chaves que abrem portas; todos sabemos como irritar alguém.
Às vezes nossos maridos, nossas esposas.
Quando querem nos irritar falam aquilo que nós não gostamos de ouvir e nós nos irritamos como ele sabia que iríamos nos irritar.
E todas as vezes ele(a) diz a mesma coisa e nos irritamos do mesmo jeito.
Com a chave ele abre uma porta dentro de nós.
Essa chave pode trazer raiva, tristeza, complexo de inferioridade.

Nós não podemos tomar a chave das pessoas, e assim, sempre que ela quer nos ofender ela abre aquela porta que nos deixa “baixo astral”, irado, complexado. Mas se não posso tomar a chave, posso mudar a fechadura para que a chave não abra mais aquela porta.
Quando a pessoa usar a chave e a porta não abrir ela vai perceber.
E vai tentar 2, 3, 4x e, ao perceber que não funciona mais ela a jogará fora.
É por isso que quando mudamos a outra pessoa também muda: porque o seu jeito de ser não produz mais os mesmos resultados e ela, ao perceber , muda de atitude.
VOCÊ QUER QUE OS OUTROS MUDEM?
MUDE PRIMEIRO!
Da mesma forma que somos responsáveis pelas nossas ações, também o somos por nossas reações.
Culpar os outros por suas ações não nos alivia do peso da responsabilidade por nossas reações.
Ambas precisam ser controladas.
O que você “vê” em suas reações, pode ser mudado ( só muda quem reconhece que precisa mudar ).
O fato de que você pode reconhecer uma necessidade significa que você pode fazer algo a respeito dela - se quiser.
Tudo depende da honestidade de encará-la - um forte desejo de querer que algo seja feito a respeito dela - e iniciar a ação na direção certa.

Precisamos recusar-nos a desculpar e a defender a nós mesmos.
Não podemos esperar que os outros mudem as suas ações, antes que encaremos seriamente as nossas reações.
Esperaremos infinitamente.
Os maridos não podem esperar pelas esposas, ou as esposas pelos maridos.
Eu continuo sendo responsável, não importa o que os outros façam ou deixem de fazer.

É AQUI QUE ENTRA A LEITURA DA BÍBLIA.
Ela me faz ver o meu erro, a necessidade de mudança; muda o meu interior e me dá forças para seguir em frente.
( A lei do Senhor é perfeita, e restaura a alma Salmo 19:7)

2- ARREPENDIMENTO DOS PECADOS

Muitas vezes nós cometemos um mesmo pecado 5, 10x e não conseguimos nos desvencilhar dele, por mais que tentemos.
Nessas ocasiões uma das primeiras coisas que fazemos é deixar de ler a bíblia. Então ficamos tentando nos sentir dignos de procurar Deus novamente mas cada vez somos mais incapazes de nos livrar dos pecados e cada vez nos afastamos mais, até abandonarmos a igreja, que é o pior que fazemos.

Sabe aonde estamos errando?
Estamos direcionando nossas energias na direção errada.
NÃO TEMOS QUE LUTAR CONTRA O PECADO.
O problema não está fora, mas dentro de nós.
Nossa luta não é contra o pecado.
( Nossa luta não é contra carne e sangue, mas ( Ef 6:12 ) ....; “ o que sai de dentro é o que contamina o homem” ).
TEMOS QUE MUDAR O NOSSO INTERIOR, pois “todas as coisas são puras para os puros” ( Tt 1:15).

O diabo pode fazer tudo contra mim, mas não pode mudar meu interior, não pode roubar a minha paz, a não ser que eu permita ( Ap 3:20 Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo”).
Jesus só entra se nós deixarmos.
O diabo também.
Como um vampiro, que só entra quando convidado, o diabo também está à porta e bate, não devemos ouvir a sua voz ( Gn 4:6 - “Se não fizeres o bem o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar “).
E ele o faz através de alguém que nos insulta, conta fofoca, piada indecente... e nós não devemos abrir a porta.

QUANDO ALGUÉM NOS OFENDE ( BATE À PORTA ), E FICAMOS COM ÓDIO ( ABRIMOS A PORTA ) O DIABO ENTRA E CEIA CONOSCO E NÓS COM ELE.
E ELE SENTA NA NOSSA MESA E RI DA NOSSA CARA!.

3- SERMOS AGRADECIDOS

Ts 5:15 : “Evitai que alguém retribua a outrem mal por mal”.
Nenhum problema ou dificuldade nos leva a fracassar, ou nos aleija; somos derrotados de dentro, e não de fora.
A nossa reação ao que acontece é mais importante do que o acontecido.
Paulo disse: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” Rm 8:28. Assim, para o cristão, não faz diferença o que acontece.
Há um sentido em que não temos inimigos.
Cada pessoa e cada problema é um amigo trabalhando para o nosso bem, sob a direção de Deus.

E assim, com a ajuda de Deus, reencontraremos a alegria que um dia perdemos e essa fonte em nós jorrará para a vida eterna.
Que Deus nos abençoe!

No amor de Jesus,
Pr. Humberto e Pra. Raquel

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget