sexta-feira, 20 de agosto de 2010

DURANTE AS TEMPESTADES

Pedro cometeu um erro: gastou muito tempo olhando a tempestade.
Ele ficou amedrontado.
Dúvida e descrença o assombraram e ele começou a afundar.
Ele gritou para que JESUS o salvasse, e JESUS o salvou.
Mas observe que a tempestade cessou assim que Pedro voltou para o barco.

Lembra-se de Romanos 4:18-21 quando Abraão não vacilou ao considerar sua situação impossível?
Abraão conhecia as condições, mas, diferentemente de Pedro, não creio que ele pensava ou falava nisso o tempo todo.
Podemos estar conscientes das nossas circunstâncias e, ainda assim, propositadamente, manter nossa mente em alguma coisa que aumentará e edificará a nossa fé.

É por isso que Abraão se manteve ocupado louvando e glorificando a DEUS. Glorificamos a DEUS quando continuamos a fazer o que sabemos que é certo, mesmo em circunstâncias adversas.
Efésios 6:14 nos ensina que em tempos de guerra espiritual devemos colocar o cinturão da verdade.

Quando a tempestade vier na sua vida, bata os pés, levante o rosto resolutamente e determine-se, pelo ESPIRITO SANTO, a ficar fora do barco! Muito freqüentemente a tempestade cessa assim que engatinha de volta para um lugar de proteção e segurança.

As tempestades existem para nos intimidar.
Durante uma tormenta, lembre-se de que a mente é o campo de batalha.
Não tome suas decisões baseado em seus pensamentos ou sentimentos, mas, na Palavra de DEUS.

Como você pode escolher seus próprios pensamentos, quando o medo vier, você deverá dizer – “Não, obrigado” – e continue crendo no poder e no amor do SENHOR!

A escolha é sua.

No Amor de Jesus,
Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget