quarta-feira, 30 de junho de 2010



OUVINDO A VOZ DE DEUS . . .

Diga-me com sinceridade:

Não é engraçado como R$ 10,00 parece ser tanto se você o leva para ofertar na igreja, e é tão pouco quando vais ao shopping, e que tens somente ele nos bolsos?

Não é engraçado como duas hora é tão demorada quando você me serve, mas tão ligeira se vês a um jogo de futebol?

Não é engraçado como nunca encontras palavras quando oras, mas elas estão sempre na ponta de sua língua quando conversas com um amigo qualquer?

Não é engraçado que sintas tanto sono ao ler somente um capítulo da Bíblia, mas você se empolga tanto em ler o último romance de sucesso, que devorar as 100 páginas dele, torna-se fácil, fácil?

Não é engraçado como você sempre prefere as cadeiras da frente do teatro, do cinema ou de um show, mas sempre se assenta na última fileira, bem lá ao fundo da igreja?

Não é engraçado como você precisa de quase um mês para agendar um compromisso comigo, ou na igreja, mas para qualquer outro programa, ou festa, está sempre tão disponível?

Não é engraçado como tens tanta dificuldade em evangelizar a alguém que está perdido, mas contar-lhe a última fofoca, ou aquela piada imoral e grotesca, como tudo sai tão naturalmente, não é mesmo?

Não é engraçado como você acredita com tanta veemência nos jornais e revistas, mas a Bíblia você questiona tanto?

Não é engraçado como você quer ser salvo, e até procura a igreja para cumprir as formalidades, mas nunca quer nenhum compromisso... quer algo assim, mas desde que não tenha que em tudo crer, dizer, ou ter que fazer?

Pois bem, a minha expressão para você até agora foi sempre lhe dizer: “Não é engraçado...” e de fato, não é NADA engraçado mesmo! Tudo isso é muito triste... Todas essas constatações me decepcionam muito... me mostram que o teu amor por mim está em segundo plano... e por isso, sinto que cada vez estamos tão distantes, tão frios, e sem aquela gostosa e necessária comunhão...

Eu quero mais intimidade contigo, quero o teu calor, quero ouvir a tua voz dizendo bem suave aos meus ouvidos: “Te amo Papai – Tu és tudo para mim, já não posso viver sem Ti”

Quero te fazer um desafio e uma promessa: Volte pra mim e sobre ti derramarei as minhas bênçãos... e então! concordas?

No amor de Jesus,

Pr. Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget