sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O QUE SIGNIFICA A NOSSA CRUCIFICAÇÃO ?

“ Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim “
Gálatas 2.20

Você sabe qual é o maior dos milagres que foi operado em favor daquele que recebe Jesus como Salvador e Senhor?
Ele foi crucificado com Jesus, e, às vezes, nem se dá conta disso.
Fomos crucificados com Cristo, e as decorrências espirituais desse fato entram em ação quando O recebemos como Salvador.
Essa bênção significa que a dívida herdada pelo pecado de Adão não se encontra mais em nossa conta.
Espiritualmente, não vivemos como separados de Deus, mas Cristo, a Vida eterna, habita em nós.
A vida que, agora, temos na carne é desfrutada por nós na fé do Filho de Deus de forma plena, porque Sua fé é perfeita em todos os sentidos.
Tudo isso porque Ele nos amou e Se entregou por nós para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus (2 Coríntios 5.21).
A bênção de termos sido crucificados com Cristo nos faz pessoas sem dívida para com Deus.
A herança deixada por Adão nos comprometeu completamente, fazendo nosso espírito ficar separado do Senhor, nossa alma ficar manchada, e nosso corpo tornar-se vítima da fúria do inimigo.
Temos de acordar, pois isso é passado, e o adversário já não tem mais por que nos oprimir (2 Coríntios 5.17).
Se não há dívida, não pode haver punição – sofrimento.
Portanto, o cristão não deve sujeitar-se a nenhuma opressão infernal.
O servo de Deus está livre de todas as investidas do inimigo, porque foi resgatado, e, por estar crucificado, tem condições de usufruir da vida abundante trazida pelo Filho do Altíssimo.
Todos foram incluídos nessa obra, porém, para isso entrar em efeito e funcionar em favor deles, é preciso que saiam da rebeldia e se convertam (João 1.1-12).
Agora, nada mais nos separa do amor de Deus, pois Cristo, a Vida eterna, vive em nós (Romanos 8.31-39).
Na fé do Filho de Deus, desfrutamos a vida que temos no natural, na qual não existe deficiência e é completa em todos os sentidos.
Como já disse anteriormente, não foi a nossa justiça ou outro mérito nosso que nos fez agradáveis ao amado Senhor, mas, sim, o fato de Ele nos ter amado e Se entregado, sendo justiça de Deus, por nós (Romanos 5.8; 1 João 4.19).
Precisamos acordar e reivindicar nossos direitos em Cristo.
Ele nos fez Sua justiça aqui neste mundo.
Em nós e por nosso intermédio, o Senhor reina (Apocalipse 5.10).

Em Cristo, com amor,

Pr Humberto Freire

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget