domingo, 18 de outubro de 2009

SER COMO UM RIO QUE FLUI

“ Todos os rios correm para o mar, e o mar não se enche, ao lugar para onde correm os rios, para lá tornam eles a correr “
Eclesiastes 1:7

Um rio nunca passa duas vezes pelo mesmo lugar.
A vida é como um rio.
E olhando para o fluir de um rio, desde sua nascente até o seu desaguar, observamos alguns significados da vida.

1) Sempre estamos diante da primeira vez : Enquanto nos movimentamos entre nossa nascente (o nascimento) e o nosso destino (morte), as paisagens serão sempre novas. Devemos encarar todas estas novidades com alegria, e não com medo, porque é inútil temer o que não se pode evitar. Um rio não deixa de correr jamais.
2) Em um vale, andamos mais devagar : Quando tudo à nossa volta fica mais difícil, as águas se acalmam, nos tornamos mais amplos, largos, mais generosos.
3) Nossas margens sempre são férteis : A vegetação só nasce onde existe água. Quem entra em contato conosco precisa entender que estamos ali para dar de beber a quem tem sede.
4) As pedras precisam ser contornadas : Evidente que a água é mais forte que o granito, mas para vence-lo é preciso tempo. Não adianta deixar-se dominar por obstáculos mais fortes, ou tentar bater-se contra eles, gastaremos energia a toa. O melhor é entender por onde se encontra a saída, e seguir adiante.
5) As depressões necessitam paciência : De repente o rio entra em uma espécie de buraco, e para de correr com a alegria de antes. Nestes momentos, a única maneira de sair é contar com a ajuda do tempo. Quando chegar o momento certo, a depressão se enche, e a água pode seguir adiante. No lugar do buraco feio e sem vida, agora existe um lago que outros podem contemplar com alegria.
6) Somos únicos : Nascemos em um lugar que estava destinado para nós, que nos manterá sempre alimentados de água suficiente para que, diante de obstáculos ou depressões, possamos ter a paciência ou a força necessária para seguir adiante. Começamos nosso curso de maneira suave , frágil, onde até mesmo uma simples folha pode parar nosso curso. Entretanto como respeitamos o mistério da fonte que nos gerou, e confiamos em sua eterna Sabedoria, aos poucos vamos ganhando tudo que é necessário para percorrer nosso caminho.
7) Embora sejamos únicos, em breve seremos muitos : A medida que caminhamos, as águas de outras nascentes se aproximam, porque aquele é o melhor caminho a seguir. Então já não somos apenas um, mas muitos – e há um momento em que nos sentimos perdidos. Entretanto, como diz a Biblia “ todos os rios correm para o mar !. É impossível permanecer em nossa solidão, por mais romântica que ela possa parecer. Quando aceitamos o inevitável encontro com outras nascentes, terminamos por entender que isso nos faz mais fortes. Contornamos os obstáculos ou preenchemos as depressões em menos tempo, e com muito mais facilidade.
8) Somos um meio de transporte : De folhas, de barcos, de idéias. Que nossas águas seja, sempre generosas, que possamos sempre levar adiante todas as coisas ou pessoas que precisarem de nossa ajuda.
Somos uma fonte de inspiração !

No Amor de Jesus,
Pr. Humberto Freire


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget